Avançar para o conteúdo

Um disco tem danos internos? Veja como se verifica!

  • por

Danos nos pratos de um disco rígido é a pior situação que pode acontecer. Quando recebemos um disco, principalmente um disco externo (pois são os que sofrem mais quedas), umas das coisas a verificar é se o mesmo tem danos nos pratos.

Vamos ver como se faz!

Disco Danificado

O pior que pode acontecer a um disco rígido, é haver danos nos pratos, pois isso impossibilitará a recuperação dos dados desse prato. Eventualmente, poderá ser possível recuperar das outras superfícies dos outros pratos, dependo de outros fatores.

Usando equipamentos profissionais como as ferramentas ACE Lab, há a possibilidade de se lidar com o firmware do disco e apenas ler os pratos que estão em bom estado.

Um risco/dano pode ser provocado quando as cabeças de leitura batem nos pratos (se estiver ligado e a funcionar). Por exemplo, numa queda, há danos nas cabeças que as entortam/danificam e ao ligar o disco novamente, elas vão riscar o/os prato/os.

Daí que aconselhamos vivamente que se o seu disco sofrer uma queda, não o ligue ou tente ver se funciona, pois pode causar danos irreversíveis.

Uma das formas para verificar esses danos, por vezes praticamente invisíveis ou muito difíceis de ver, é usando uma luz verde.

A luz verde permite que haja um contraste maior, pois permite que o olho humano detete falhas e imperfeições que com a luz branca natural não se detetam.

Discos com pratos danificados

Como se pode ver nas imagens acima, o nível de detalhe dos danos, visto com luz verde, permitirá analisar se a recuperação dos dados será viável ou se será, infelizmente, um caso perdido.

Esta análise tem de ser executada numa câmara de ar limpo e por um profissional, e assim evitar mais danos, como pó, dedadas, cabelos, etc.

Ao continuar a usar este site, concorda com o uso de cookies. Mais Informação

Este site utiliza cookies para permitir uma melhor experiência por parte do utilizador. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização.

Fechar